Maya Weishof

Curitiba, 1993

Maya Weishof  trabalha majoritariamente com pintura mas procura tratar o corpo no trabalho como matéria e como possibilidade visual e sensorial, o que a leva a buscar experimentações de linguagens, formatos, faturas e suportes variados na pintura que se assimilam com um pensamento de escultura, por exemplo.

As pinturas germinam de desenhos que faz de memórias, situações inventadas ou por vezes imagens que dialogam com a história da arte. As situações onde o corpo encontra-se em um lugar de queda, deslize, deformação são recorrentes. Maya busca uma  justaposição de coisas - recortes, objetos tridimensionais, processos de alteração e deformação da imagem, são coisas que fogem da tentativa de estabelecimento de uma narrativa linear ou fechada na minha produção.